Você está visualizando atualmente Mais de 40 agremiações no Festival de Folias de Reis de Macuco

Mais de 40 agremiações no Festival de Folias de Reis de Macuco

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Comentários do post:0 Comentário

Município se transforma na capital do folclore e da cultura popular

ASSESSORIA DE IMPRENSA – PREFEITURA DE MACUCO

Mantendo uma tradição de mais de quatro décadas, o Departamento de Cultura de Macuco realizou no último final de semana de janeiro, 30 e 31, na Praça Professor João Brasil, no centro da cidade, o 43º Festival de Folias de Reis de Macuco, considerado uma das mais importantes manifestações do gênero no interior fluminense.
Com as bênçãos de Deus
Uma missa solene com o titular da Paróquia de São João Batista, Padre Wanderson, marcou a abertura do evento, quando populares e foliões se juntaram num momento de fé e louvor a Deus numa celebração marcada pela simplicidade, orações e emoção, bem ao estilo dos adeptos das tradições de Santos Reis. “A fé é um instrumento de transformação, um elo com Jesus Cristo”, declarou o Padre Wanderson na missa.
Diversidade e devoção
O Departamento de Cultura confirmou que 41 Folias de Reis, oriundas de diversas regiões fluminenses e até de outros estados, marcaram presença na festividade. Com cores, estilos e batidas diferentes, elas comprovaram a diversidade do folclore popular e valorizaram a cultura regional com a versatilidade e o talento de sanfoneiros, ritmistas e cantores das louvações aos Três Reis Magos: Gaspar, Baltazar e Melchior.
Além da ‘prata da casa’, Macuco recebeu agremiações de Cordeiro, Cantagalo, Cambuci, Duas Barras, São Fidélis, Campo Grande (Rio de Janeiro), Muriaé e Além Paraíba (Minas Gerais). “Nosso festival é mais que uma reunião de agremiações. Aqui, comprovamos que as Folias de Reis são, antes de tudo, uma manifestação de fé e devoção”, relatou a diretora de Cultura, Vera Lúcia Tiberto.
Boa estrutura e homenagens
Dentre os destaques do festival, alguns ficarão marcados na memória dos adeptos de Santos Reis, como a excelente infraestrutura oferecida aos foliões, incluindo sonorização de qualidade, farta alimentação distribuída aos componentes das agremiações e a oferta de um simbólico pró-labore às folias participantes.
Uma bela homenagem feita ao Mestre Reiseiro João Ferreira, popularmente conhecido como Seu Nico, comoveu o público na abertura do evento, no sábado. Considerado um pilar do folclore local, recentemente ele completou 80 anos, dos quais mais de 50 dedicados à difusão da tradição das Folias de Reis. Seu Nico foi presenteado com novos bonés para a Bandeira Estrela da Luz do Dia, idealizada e comandada por ele desde 1958 e da qual seu neto João Netinho é sanfoneiro e carrega a missão de repassar a devoção de geração em geração.
Atrações à parte
Uma folia com jovens aprendizes também arrancou aplausos da multidão. Batendo em tampas de panela, latas e latões, meninos do bairro Volta do Umbigo participaram pela primeira vez do festival, comprovando que a devoção fala mais alto.
O sincronismo de ritmistas, com nuances, toadas e sons diferentes, ditou o ritmo do 43º Festival de Folias de Reis de Macuco. Cada agremiação trazia sua novidade, deixando o público extasiado pela diversificação de estilos e sonoridades.
Como não poderia deixar de ser, o bom-humor, a poesia e o improviso também marcaram presença com os palhaços, que na roda apresentaram rimas e versos com desenvoltura e irreverência, muitas vezes contando belas histórias e dançando a tradicional chula, a qual eles denominam de ‘brincadeira’.
Ausente pela enfermidade de sua mãe, Luiza Monteiro, a quem acompanhou ao hospital em Nova Friburgo, o prefeito Félix Lengruber foi representado na solenidade de abertura pela diretora de Cultura, Vera Lúcia Tiberto; pelo secretário Geral, Affonso Azevedo; e pela chefe de Gabinete, Maria Fernanda Fellows. O vereador Carlos Alberto Tico-Tico também participou. No domingo, o vice-prefeito Marcelo Mansur compareceu para prestigiar os foliões. “Fico feliz em ver que nosso folclore comprova a força da cultura macuquense”, declarou Mansur.