PMDB E PPS unidos em 2016

PMDB E PPS unidos em 2016

José Luiz Nanci terá o apoio do PMDB em São Gonçalo e PPS manterá aliança na capital

PPS e PMDB caminharão juntos nas eleições municipais do ano que vem na capital, em São Gonçalo e na maior parte dos demais 90 municípios fluminenses. O PPS manterá a aliança que ajudou a eleger Eduardo Paes na capital e, em contrapartida, terá o apoio do PMDB ao nome do deputado José Luiz Nanci (PPS) à prefeitura do segundo maior colégio eleitoral do estado, São Gonçalo. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, dia 22.07, em reunião entre o presidente estadual do PMDB, deputado Jorge Picciani, com as principais lideranças do PPS – o presidente, deputado Comte Bittencourt; o secretário geral Roberto Percinotto; e Raulino de Oliveira, das executivas estadual e nacional do PPS.

“Vamos ter apoio na cidade do Rio para a sucessão do prefeito Eduardo Paes, e vamos apoiar a candidatura a prefeito do deputado José Luiz Nanci em São Gonçalo. Vou chamar a Graça (Mattos, ex-deputada estadual), o Rafael do Gordo (deputado estadual) e o vereador Lecinho, nomes fortes do PMDB na região, e construir juntos um programa de governo e uma boa chapa de vereadores para amparar a candidatura do Nanci, que tem todas as qualidades para ser um grande prefeito, principalmente depois da sua experiência no Executivo (é secretário Estadual de Envelhecimento Saudável)”, disse Picciani.

Ele confirmou, ainda, que em Niterói, onde PPS já compõe a aliança com Rodrigo Neves, o PMDB apoiará a reeleição do prefeito petista. Em Itaboraí, os dois partidos caminharão juntos na reeleição do prefeito Helil Cardozo (PMDB) e, assim como no apoio a Vicente Guedes (PPS) na pequena Rio das Flores.

“Estamos analisando, ainda, a possibilidade de apoio em Arraial do Cabo. Caso a prefeita de Iguaba, que é do partido do nosso vice-governador Francisco Dornelles, não venha candidata, o PPS terá apoio do PMDB para o vereador Vantoil, atual presidente da Câmara”, disse Picciani, encarregado em costurar as alianças com os partidos da base com vistas às eleições do ano que vem.

O PPS declarou, ainda, apoio em Nilópolis e Macaé às reeleições dos prefeitos peemedebistas Alessandro Calazans e ao Dr. Aluízio. Em Campos, onde o deputado Geraldo Pudim será o candidato do PMDB a prefeito, a situação é mais complicada porque o PPS tem o nome do jovem vereador Rafael Diniz. “Mas lá a eleição é em dois turnos. O que não for possível unir no 1º turno, poderá ser feito no 2º turno. Meu esforço será no sentido de não haver dissidência”, disse Picciani.

Presidente do PPS-RJ, o deputado Comte Bittencourt explicou a aliança. “Ter a perspectiva de fazer uma eleição vitoriosa em uma cidade como São Gonçalo, estratégica do ponto de vista eleitoral, é importante para o PPS. Onde for possível, caminharemos juntos. Essa vai ser a lógica da nossa construção para 2016”.

Deixe uma resposta