Robô de última geração vai atuar nas Olimpíadas
12/05/2016 - Simulado de ataque terrorista com bomba na Rodoviária Novo Rio. Foto Marcelo Horn

Robô de última geração vai atuar nas Olimpíadas

Equipamento será usado pelo Esquadrão Antibomba da Polícia Civil

Os atletas, turistas e moradores do Rio de Janeiro terão um aliado tecnológico na área de Segurança durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, em agosto. O Esquadrão Antibomba da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil, vai contar com um robô antibomba de última geração.

Chamado de iRobot, o equipamento norte-americano foi doado ao Governo do Rio, em 2013, pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, do Ministério da Justiça e Cidadania. O robô de pequeno porte esteve à disposição da polícia judiciária fluminense durante a Copa do Mundo.

– O iRobot é um equipamento articulado com uma câmera acoplada na ponta e recursos tecnológicos para escanear o suposto artefato explosivo; removê-lo do local; ou desativá-lo com um canhão de ruptor, uma ferramenta que dispara um tiro de água. Assim reduzimos os riscos durante a operação e garantimos mais segurança para o técnico de explosivos e a população durante o desarme do artefato – afirmou o inspetor de Polícia Civil e técnico de explosivos da Core, Helison Brito.

Na semana passada, a Core participou de uma simulação de ataque terrorista a bomba na plataforma da Rodoviária Novo Rio. A operação teve o apoio do Corpo de Bombeiros, do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) e da concessionária Novo Rio.

– Em atividades como essa, criamos um contexto adaptado à realidade brasileira, confeccionamos um artefato sem explosivo e seguimos o procedimento padrão: isolamento da área; articulação com outras forças estaduais e nacionais quando necessário; e escolha de equipamentos como roupa antibombas, raios-X ou o próprio iRobot de acordo com a complexidade para garantir a segurança da ação – disse Brito.

Foto: Marcelo Horn

Deixe uma resposta