Hospital da Mãe investe em atendimento humanizado

Atividades ajudam a diminuir o estresse e proporcionam maior bem estar no pós-parto

Hospital da Mãe.
Espaço Mãe – Relaxamento durante o trabalho de parto.

Para aliviar a tensão do pós-parto e fortalecer ainda mais o vínculo com os bebês, o Hospital Estadual da Mãe, em Mesquita, oferece novas atividades para suas pacientes. Desde outubro de 2017, cerca de 250 mamães já participaram das aulas de yoga realizadas pela unidade. O Hospital da Mãe é referência no atendimento de gestantes do SUS com perfil de baixa e média complexidades na Baixada Fluminense.

– Esta unidade estadual tem como prioridade o atendimento humanizado às pacientes e por isso trabalhamos sempre para inovar nessa área. O contato entre mães e bebês é fundamental e traz muitos ganhos à saúde de ambos. A partir dessas terapias, fortalecemos esse vínculo e os resultados positivos são inúmeros – explicou o secretário de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Júnior.

Participam dos encontros as mulheres cujos bebês precisaram ser internados nas unidades intensiva e semi-intensiva do hospital, logo após o parto e também aquelas que estão internadas nas enfermarias. Paralelamente, os bebês mais estressados também podem experimentar outra atividade: a shantala, técnica indiana milenar de massagem, que traz inúmeros benefícios aos recém-nascidos.

– Há estudos que indicam a prática regular de yoga como benéfica para o combate à ansiedade e ao estresse, além dos benefícios para a saúde em geral. As mães estão se sentindo ainda mais acolhidas e adorando a prática – disse a responsável técnica pelo serviço social do hospital, Nilcen da Silva Barros.

A paciente Carla Regina Ribeiro da Silva, de 26 anos, moradora de Duque de Caxias, participou de uma das aulas de yoga ao lado da filha recém-nascida Anna Beatriz, que recebeu a massagem de shantala após a aula de yoga.

– É incrível como ela fica calminha e mais feliz quando estamos juntinhas aqui. É mágico – afirmou Carla.

Inaugurado em 2012, o hospital é adepto das técnicas de humanização, dentro do conjunto de boas práticas realizadas nas maternidades estaduais, que visam à qualidade no atendimento. Entre as ações, além da yoga e shantala, estão também os serviços de banho de ofurô, Método Canguru e Redes Terapêuticas, que promovem o relaxamento e o bem-estar do recém-nascido, técnicas que também remetem ao ambiente intrauterino. Outro grande sucesso é o ‘polvo terapêutico’. Feito de crochê, o material é colocado dentro da incubadora para que a criança interaja naturalmente com os tentáculos, que se assemelham ao cordão umbilical, promovendo a sensação de segurança e conforto.

Para as gestantes, a unidade proporciona o parto humanizado, que inclui métodos não farmacológicos para alívio da dor, como técnicas de respiração e massagem, relaxamento na bola suíça, escalda pés, entre outras atividades.

Além da sala Espaço Mãe, para exercícios respiratórios e pélvicos, a unidade dispõe de suítes privativas para cada gestante.

Deixe uma resposta