Você está visualizando atualmente SEGUNDO TURNO DO PARLAMENTO JUVENIL SERÁ REALIZADO EM 36 CIDADES

SEGUNDO TURNO DO PARLAMENTO JUVENIL SERÁ REALIZADO EM 36 CIDADES

Estudantes da rede estadual de ensino de 36 municípios fluminenses participam, nesta terça-feira (15/09), do segundo turno do Parlamento Juvenil (PJ), projeto da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), em parceria com as secretarias de Estado de Educação (Seeduc) e de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), que visa a aproximar o jovem da política. É a última fase da escolha dos alunos que virão à Alerj em novembro participar do PJ, representando as 92 cidades do Estado. Dessa vez, o eleitor – 340 mil estudantes estão aptos a participar da escolha –, que votou nos candidatos de sua escola no primeiro turno, irá escolher o representante do seu município. No segundo turno, são 131 candidatos (clique aqui para ver a lista).

“O processo de escolha é feito de forma democrática, por voto direto. Os eleitores receberão uma cédula contendo os nomes de todos os candidatos de sua região. Estamos orgulhosos porque, nesta edição, a mobilização fez com que cada cidade possa ser representada por um estudante”, disse o coordenador-geral do PJ, deputado Wanderson Nogueira (PSB). O resultado da votação será apurado pela Seeduc e divulgado em até uma semana. No primeiro turno, 55 candidatos foram escolhidos para representar as suas cidades, pois, em cada uma delas, havia apenas uma escola participante.

Ao todo, 94 parlamentares juvenis estarão na Alerj em novembro, para, durante uma semana, atuarem como deputados, discutindo projetos de lei e votando os projetos em plenário. A capital terá três representantes, um de cada Diretoria Regional (uma divisão da Seeduc): Metropolitana III, que engloba os bairros da Zona Norte; Metropolitana IV, Zona Oeste; e Metropolitana VI, Centro e Zona Sul.

Parlamento Juvenil

O projeto, que está em sua nona edição, foi criado em 1998 pelo presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB), e teve a primeira edição em 2003. O objetivo é o de aproximar os jovens da política. O PJ teve, em 2015, número recorde de inscritos: 515 – pela primeira vez, a inscrição foi apenas online e todos os municípios tiveram inscritos. Participam da corrida eleitoral estudantes de 14 a 17 anos matriculados em escolas da rede pública estadual nos primeiro e segundo anos do ensino médio. Em 2015, eles também terão um encontro com o governador Luiz Fernando Pezão e participarão de cursos na Alerj.

(Texto de Symone Munay)