Instituto Butantan responde positivamente a prefeitura de Trajano sobre vacina contra Covid-19

Instituto Butantan responde positivamente a prefeitura de Trajano sobre vacina contra Covid-19

Finalmente chegou a resposta do Instituto Butantan à prefeitura de Trajano de Moraes, a sobre a aquisição de 20 mil doses da vacina Coronavac. O e-mail com a resposta foi enviado pelo diretor da unidade, Rui Curi, endereçado ao prefeito Rodrigo Viana e ao vice Matias Mendes. No teor, a assinatura de confirmação da liberação da vacina, após aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa. A notícia foi feita pelo então secretário municipal de Saúde, Lucas Esteves.

“Estamos muito felizes e satisfeitos, pois isso é fruto de um trabalho sério e comprometido com nossa população. Quero comunicar a todos que recebemos sim o termo assinado de volta pelo diretor do Instituto Butantan, e sendo assim, após a aprovação pela Anvisa da vacina Coronavac, o município já poderá adquirir as doses, para realizar a imunização dos grupos prioritários destacados pelo Ministério da Saúde. Vamos continuar nosso trabalho respeitando o distanciamento social”, destacou o prefeito Rodrigo Viana.

Assim que a vacina estiver aprovada e de posse da Secretaria Municipal de Saúde, a primeira fase irá priorizar os trabalhadores da saúde, a população idosa a partir de 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência como, por exemplo, asilos e instituições psiquiátricas e população indígena.

A segunda fase inclui pessoas de 60 a 74 anos. A terceira fase prevê a vacinação de pessoas com comorbidades que apresentem maior chance de agravamento da doença como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares. A quarta fase abrangerá professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

A assinatura do termo foi elaborada pela Coordenadora de Imunização, Renata Gomes. “A vacina está sendo desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, considerado uma referência na produção da mesma. Demos o primeiro passo, e agora é aguardar que a vacina chegue o quanto antes até a população de Trajano de Moraes, assim que for autorizada. Estudamos agora uma forma de estruturar os Postos de Saúde para quando a vacina chegar”, citou o vice-prefeito Matias Mendes.

Já o secretário da pasta, Lucas Esteves, pontuou que o primeiro propósito é prestigiar e aderir ao programa nacional de vacinação. “Mas, na eventualidade de qualquer demora ou dificuldade por parte deste programa, já temos preparada uma alternativa, cuja viabilização técnica e logística ainda será anunciada pela Secretária Municipal de Saúde”, afirmou.

Deixe uma resposta