Projeto de Lei que cria Dia da Truta como evento oficial do calendário de Nova Friburgo é apresentado no estande do Sebrae durante a Fevest 2016

Com o objetivo de promover e valorizar a truticultura, atividade econômica de grande relevância para o município de Nova Friburgo, foi apresentado na tarde desta quarta-feira (06/07), durante a realização da Fevest, o projeto de lei que institui o segundo sábado do mês de julho como o dia da Festa da Truta. A apresentação aconteceu no estande do Sebrae/RJ, que tem como tema de apresentação para os visitantes as “Vocações Regionais”.

O evento contou com a presença de representantes dos produtores de truta, como o presidente da Associação de Aquicultores da Região Serrana, Frederico Lucho Rose; do secretário municipal de Agricultura, Selmo Santos; do presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Nova Friburgo (Sindvest), Marcelo Porto; da presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Ângela Costa; do diretor do Sebrae, Evandro Peçanha; da coordenadora regional do Sebrae, Fernanda Gripp, entre outros.

Segundo Márcia Moreira, analista do Escritório Regional Serrana I do Sebrae, que faz o acompanhamento do segmento, a iniciativa é um reconhecimento aos produtores de truta na região. “Com a instituição desta data, em que será realizada a ‘Festa da Truta’, o foco das atenções será o truticultor, que é quem inicia todo o processo que envolve a cadeia produtiva da truta, que acaba sendo um dos produtos que mais tem identificação e mais bem divulga nossa região. Desse modo, temos a expectativa de poder contribuir ainda mais para este setor, que vem crescendo e aumentando sua importância no cenário econômico local a cada dia”, comenta.

De acordo com Frederico Lucho, que além de truticultor, também comercializa vários produtos derivados desse pescado, a iniciativa contribui para valorização do setor. “É muito importante que tenhamos em Nova Friburgo eventos oficiais como a ‘Festa da Truta’. Pois é através deles que podemos divulgar e valorizar nossas atividades, atraindo novos consumidores, incentivando o turismo e reforçando a identificação que a truta tem com a região”, destaca.

O projeto de lei foi encaminhado pelo Executivo Municipal no final de junho à Câmara Municipal de Nova Friburgo e será apreciado pela Casa Legislativa em regime de urgência.

Diferente do Festival da Truta, que tem foco nos produtos derivados do pescado e que acontece em novembro, a Festa da Truta, que acontecerá no segundo sábado de julho, tem como objetivo valorizar o produtor.

Cadeia produtiva organizada

Há algum tempo os produtores de truta de Nova Friburgo realizam encontros, com o apoio do Sebrae, para preparação e organização da cadeia produtiva local, com o objetivo de estabelecer metas e planejar ações que viabilizem o fortalecimento do associativismo entre os truticultores, além da implementação da Indicação Geográfica (IG).

É através da associação estabelecida entre eles e de sua organização legal que é possível determinar como eles poderão atuar nos mais diversos mercados, com produtos processados,  in natura e/ou prontos para consumo.

Indicação Geográfica

A Indicação Geográfica é um importante reconhecimento que atribui reputação, valor e identidade própria aos produtos de uma determinada região, ao mesmo tempo em que o distingue de itens similares disponíveis no mercado. Além disso, fomenta a comercialização, aumenta o valor agregado ao produto, estabelece uma criação de vínculo e de confiança com o consumidor e estimula investimentos na própria área de produção, valorizando as propriedades e aumentado a oferta de empregos.

 

Deixe uma resposta