Secretaria de Estado de Agricultura oferece crédito a produtores de uva

Secretaria de Estado de Agricultura oferece crédito a produtores de uva

Com a chegada das festas de fim de ano a busca pela fruta aumenta em todo o estado

Fruta comum na mesa dos brasileiros, especialmente nas festas de fim de ano, a uva recebe tratamento especial da Secretaria de Estado de Agricultura. Para incentivar a produção da fruta, a secretaria oferece aos produtores o programa Frutificar, um dos segmentos do Agrofundo, que disponibiliza linha de crédito com juros baixos. Anualmente a fruta vem apresentando aumento da produção e, em 2020, foram cultivadas mais de 90 toneladas de uva.

– A cultura de uvas no nosso estado vem ganhando cada vez mais espaço na zona rural e a secretaria vem trabalhando para buscar novas alternativas para aumentar a rentabilidade dos produtores, através da disponibilização de linhas de crédito via Agrofundo, além de dar apoio técnico para garantir a excelência na qualidade do produto. – ressaltou o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Para o técnico responsável do programa Frutificar, Denilson Caetano, as expectativas de aumento de venda nesta época do ano são altas.

– Passamos por um período delicado com a pandemia e agora por ser um momento festivo há uma grande procura pelo produto com preços melhores. Vale ressaltar que com os recursos do programa, os produtores tiveram a complementação da renda, pagaram dívidas e alguns ampliaram e investiram em suas lavouras – afirmou.

O aumento da produção da uva e a rentabilidade que a fruta traz são comemorados por produtores. É o caso do produtor Leandro Souza Crespo, de Campos dos Goytacazes. Ele entrou no programa Frutificar no ano passado e hoje cuida de 200 pés de uva.

– O investimento do Frutificar ajudou bastante na minha produção. Estamos na primeira colheita e com a ajuda do programa consegui obter bons retornos. Também tivemos o total apoio dos técnicos responsáveis. É muito gratificante ter esse retorno – disse.

Benefícios da uva

A uva é fonte de vitaminas A, C e K. A fruta apresenta teores significativos de fibra alimentar, que auxiliam na promoção da saciedade e no bom funcionamento do trânsito intestinal.

– Podemos destacar diversas propriedades como a capacidade antioxidante e os efeitos cardioprotetor e anti-inflamatório, presentes principalmente na casca. Além de ser rica em ácido elágico, a fruta tem um composto que é relacionado com a redução do risco de câncer no intestino e no esôfago. Também reduz o estresse oxidativo e previne doenças cardiovasculares, além de outras doenças crônicas – explicou a nutricionista da Secretaria de Agricultura, Tatiana Novo.


Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – RJ
21 3601-6411
ascom.agricultura.seappa@gmail.com