Biblioteca Parque Marielle Franco retoma suas atividades culturais em Manguinhos

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post comments:0 Comentários

Cerimônia de reabertura contou com a presença do governador e da família de Marielle

Em uma área de 2.300 m², com um acervo de 25 mil livros e 900 filmes em DVDs, foi reaberta, nesta quinta-feira (29/03), a Biblioteca Parque de Manguinhos, batizada com o nome de Marielle Franco, em homenagem à vereadora que lutou em defesa dos direitos humanos e viveu no Complexo da Maré.

Inspirada em experiências bem sucedidas de bibliotecas similares na Colômbia, a Biblioteca Parque foi inaugurada, em Manguinhos, em 29 de abril de 2010, como a primeira biblioteca parque do país. A biblioteca é também um espaço cultural e de convivência, que oferece à população ampla acessibilidade, dispondo, ainda, do Cine Teatro Eduardo Coutinho, com capacidade para 200 lugares.

Participaram da cerimônia de reabertura o governador Luiz Fernando Pezão, a primeira dama do Estado, Maria Lúcia Horta Jardim, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, o secretário estadual de Cultura, Leandro Sampaio Monteiro, o deputado estadual e ex-secretário de Cultura, André Lazaroni, o vereador Tarcísio Motta e a família de Marielle Franco – os pais Marinete e Antônio Francisco da Silva e a viúva Monica Tereza Benício.

Muito emocionada, Marinete da Silva, agradeceu o carinho de todos e ressaltou que Marielle sempre acreditou em seus ideais e projetos sociais.

– Era uma gigante em tudo que fazia. Sempre trabalhou muito em todos os setores da sociedade. E que todos vocês continuem a preservar a memória de Marielle – concluiu Marinete.

O governador declarou que a homenagem a Marielle Franco é simbólica e reafirma a convicção de combate à violência.

– Ter o seu nome na Biblioteca Parque possui um simbolismo: o da resistência, o da luta pela igualdade das pessoas. Nós vamos reabrir as bibliotecas. Tenho ampla convicção de que vamos combater a violência através da educação e da cultura. – afirmou o governador.

A reabertura da rede de bibliotecas-parque é um dos compromissos prioritários do governo do estado. No dia 19 de fevereiro, o governador e o secretário de Cultura reabriram a Biblioteca Parque da Rocinha. Nos dois equipamentos, servidores da Superintendência da Leitura e do Conhecimento e de outras áreas da secretaria são os responsáveis pela gestão até que seja realizada uma licitação para contratar pessoal de apoio técnico.

– Esse esforço conjunto de reabertura das bibliotecas fortalece a importância da leitura, do livro e do conhecimento.  A Biblioteca Parque de Manguinhos voltará a proporcionar, principalmente a crianças e adolescentes, um ambiente de cultura e conhecimento seguro e agradável. Ela foi a origem de grupos locais de teatro e dança e tem potencial para muito mais. Com o apoio da população, vamos torná-la referência de equipamento cultural do estado. – declarou o secretário Leandro Monteiro.

A Biblioteca Parque Marielle Franco tem como madrinha a Academia Brasileira de Letras, que oferece apoio com a doação de livros e consultoria sobre a aquisição de novos títulos e programação de seminários. O horário de funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Crédito das fotos: Carlos Magno

Rio de Janeiro – 29-03-2018 Governador Luiz Fernando Pezão na reinauguração da Biblioteca de Manguinhos.
Fotos: Carlos Magno
Rio de Janeiro – 29-03-2018 Governador Luiz Fernando Pezão na reinauguração da Biblioteca Parque de Manguinhos.
Fotos: Carlos Magno
Rio de Janeiro – 29-03-2018 Governador Luiz Fernando Pezão na reinauguração da Biblioteca Parque de Manguinhos.
Fotos: Carlos Magno

Deixe uma resposta