LANÇAMENTO DO PARLAMENTO JUVENIL SERÁ NESTA SEXTA-FEIRA

O lançamento da décima edição do Parlamento Juvenil (PJ), projeto da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (Seeduc) e com a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), será nesta sexta-feira (20/05).

Entre 10h e 17h, serão apresentados o calendário e as mudanças do evento deste ano, além da equipe que participará da semana do PJ, em novembro, na Alerj. O encontro será no auditório senador Nelson Carneiro, no sexto andar do Palácio 23 de Julho, prédio anexo ao Palácio Tiradentes.

Representantes da equipe do PJ, coordenada pelo deputado Wanderson Nogueira (PSol), das secretarias envolvidas, e ex-parlamentares juvenis vão participar da reunião. Também será ministrada uma palestra sobre formação política pelo professor e consultor internacional Istvan Kasznar.

Consciência política 
O Parlamento Juvenil é um projeto apartidário e autônomo, cujo objetivo é aproximar o jovem do Parlamento Fluminense, ampliar a consciência política e formar novas lideranças. Instalado em 2003, envolve as 1.200 escolas estaduais dos 92 municípios do estado.

A iniciativa, de autoria do deputado Jorge Picciani (PMDB), presidente da Alerj, segue os moldes de um parlamento convencional. Eleitos pelos próprios colegas de escola, por voto direto, os parlamentares juvenis têm as mesmas atribuições dos deputados estaduais. Durante uma semana, este ano entre 20 e 26 de novembro, eles apresentam, discutem e aprimoram projetos de lei.

As inscrições, online, estarão abertas entre 23 de maio e 24 de junho. Podem concorrer a uma vaga estudantes da rede estadual, de 14 a 17 anos, do 1° e 2° anos do Ensino Médio. A edição de 2015 bateu recorde de inscritos: 513 ao todo.

Novidades
A programação da décima edição já foi fechada. Uma consulta pública nas redes sociais foi realizada para que os próprios estudantes tivessem a oportunidade de sugerir e colaborar com a montagem da semana de atividades.

Entre as novidades, visitas a projetos sociais e mais cursos de formação. “Os jovens sabem o que pode agregar mais para eles. O projeto amplia a visão política do jovem e contribui para o surgimento de novas lideranças”, destaca Wanderson Nogueira, à frente do PJ pelo segundo ano.

 

Deixe uma resposta