Legislativo e Executivo Cordeirense cobram da Cedae, tarifa indevida de esgoto em conta de moradores do Bairro Rodolfo Gonçalves

Legislativo e Executivo Cordeirense cobram da Cedae, tarifa indevida de esgoto em conta de moradores do Bairro Rodolfo Gonçalves

Na última segunda feira, 12/04, em agenda marcada pelo legislativo cordeirense, na sede da presidência da Cedae, o presidente da Câmara Municipal de Cordeiro, Pablo Sergio e demais vereadores, juntamente com o prefeito Leonan Melhorance se reuniram com o presidente Edes Fernandes e com o diretor de interior Marco Aurélio, para tratar de um assunto que muito vem preocupando os moradores do bairro Rodolfo Gonçalves, os mesmos foram surpreendidos no último mês de março com uma cobrança da taxa de saneamento de 100% do valor da água. A Cedae alega que já deveria ter realizado a devida cobrança há cerca de 10 anos, já que supostamente o bairro já conta com uma estação de tratamento de esgoto e cerca de 610 unidades, tem seu esgoto tratado. Fato este que os legisladores e o prefeito municipal contestaram junto a instituição, inclusive destacaram que a própria ETA (estação de tratamento) foi construída em terreno próprio da prefeitura, bem como a própria manutenção em vias pública é realizado basicamente pela prefeitura municipal, foi destacado ainda que diversas residências não tem sua devida ligação correta na ETA, bem como diversas irregularidades. A relação entre as partes e disciplinada por meio da Lei n 991/2001 que dispõe sobre os termos da concessão à Companhia Estadual de água e Esgotos -Cedae prever que o preço das tarifas fica condicionada à homologada por parte do Executivo Municipal.
Na reunião participaram também o prefeito do município de Macuco, Bruno Boaretto e os vereadores membros da comissão de defesa do consumidor do município, que vem sofrendo com os mesmos problemas que Cordeiro no bairro da Glória.
Na ocasião ficou definido a realização na próxima semana, a viabilidade de imediata suspensão da cobrança.