Medalhistas no Parapan de Toronto recebem homenagens no Palácio Guanabara

Medalhistas no Parapan de Toronto recebem homenagens no Palácio Guanabara

Atletas do Rio integraram delegação responsável pela melhor participação do país nos Jogos

Dez atletas do Rio de Janeiro medalhistas nos Jogos Parapan-Americanos, realizados em Toronto, no Canadá, foram homenageados, nesta segunda-feira (28/8), pelo governador Luiz Fernando Pezão, a primeira-dama do Estado, Maria Lucia Horta Jardim, e o secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antonio Cabral, no Palácio Guanabara. Os atletas paralímpicos integraram a delegação brasileira que foi responsável pela melhor participação do país na história dos Jogos, ocupando o primeiro lugar no quadro de medalhas, com 257 no total, sendo 109 de ouro, 74 de prata e 74 de bronze.

– Fiz questão de organizar essa homenagem para parabenizá-los pelo excelente desempenho, mas também para assumir compromissos para as Paralimpíadas do ano que vem. O governo está fazendo um grande esforço para cumprir com suas obrigações nesse momento de crise, mas não deixamos de olhar para quem precisaEncaminhamos à Alerj um projeto de lei para isentar em 100% o pagamento do ICMS a empresas que investirem em projetos relacionados aos Jogos Olímpicos de 2016. Com isso, muitas empresas já estão nos procurando querendo participar. Também vamos aplicar recursos significativos para apoiar atletas e instituições ligadas ao esporte, especialmente aos paratletas. Essa é uma área que tem nos enchido de orgulho – disse Pezão.

A primeira-dama do Estado e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, destacou os investimentos que o governo do Rio faz para beneficiar pessoas com deficiência.

– Eu abracei essa causa junto com a equipe do RioSolidario e é uma alegria fazer parte desse trabalho. Vamos lançar em breve um edital com a Loterj para destinar recursos para entidades que trabalham com deficientes. Contem com a gente – ressaltou Maria Lucia.

O secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antonio Cabral, lembrou do esforço que o governo estadual vem fazendo, principalmente através do programa Talentos RJ, para apoiar esportistas de alto rendimento.

– Estamos nos esforçando para continuar a formar parcerias através desse projeto com empresas privadas, visando ajudar esses paratletas, que considero heróis. Além das dificuldades naturais, eles ainda têm que lidar com a falta de recursos. Estamos buscando ajuda para poder oferecer a vocês a infraestrutura necessária para treinar e continuar a conquistar medalhas. Além disso, vamos fazer agora a Paralimpíada Escolar, que é uma forma de descobrir novos talentos.

Detentora de 13 medalhas – 10 conquistadas em Jogos Parapan-Americanos e três em Paralimpíadas – além de três recordes mundiais, Rosinha Santos, 42 anos, conquistou medalha de bronze no arremesso de peso, em Toronto, e falou da sua alegria de ter participado dos Jogos depois do tratamento de um câncer na garganta em 2014.

– Essa foi a competição mais difícil da minha vida. Passei por esse problema e fiquei quase um ano sem treinar. Retomei minha rotina aos poucos e achei que nem seria convocada. No pódio, passou um filme pela minha cabeça, tudo que vivi nesse último ano. Fiquei muito feliz com a colocação. Esse foi meu último Parapan e agora a expectativa é para 2016 – contou Rosinha, atleta há 15 anos.

Atletas homenageados

Rosinha Santos – arremesso de peso
Diogo Ualisson da Silva – atletismo
Gilvano Diniz da Silva – futebol de 7
Wanderson Oliveira da Silva – futebol de 7
Jan Francisco Brito da Costa – futebol de 7
João Victor de Souza Silva – arremesso de disco
Karla Ferreira Cardoso – Judô
Lucas de Araújo – Bocha
Pedro Paulo da Silva – salto em distância
Victória Amorim do Nascimento – goalball

Deixe uma resposta