Nova Friburgo é sede da primeira reunião do Supera Rio

Nova Friburgo é sede da primeira reunião do Supera Rio

Nova Friburgo sediou nesta segunda-feira, 14, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a primeira das quatro reuniões que fazem parte do Programa Supera Rio, promovido pelo Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Rio de Janeiro, com o apoio da Rede InterTV. O objetivo do programa é elaborar uma carta suprapartidária que aponte caminhos para a superação da atual crise econômica.

O prefeito Rogério Cabral, que participou da mesa de abertura, destacou a importância do programa. “Iniciativa excelente, principalmente em um momento como esse no qual o país passa por uma crise, no qual o estado do Rio de Janeiro passa por essa dificuldade financeira tão grande e temos esse momento no qual podemos reunir aqui todos os políticos interessados no desenvolvimento da região. O momento não é de discutir a política partidária e, sim, a política regional. A política partidária discutimos daqui a pouco na campanha, cada um define o seu lado. O importante é nos unirmos, todos os políticos, para mehorarmos a região”, ressaltou Rogério Cabral.

O prefeito de Nova Friburgo ainda discursou sobre a dificuldade de reestruturar o município após uma grave política e o evento climático de 2011: “Quando assumimos a Prefeitura, encontramos a cidade em um momento difícil. Ela saia de duas crises: uma política e outra que foi uma das piores do Brasil, o evento climático. Então já tivemos que entrar fazendo cortes e o município que tinha 32 secretarias, passou a ter 19. Depois fomos organizando o município.

Rogério Cabral ainda falou sobre o contingenciamento das contas do município, ainda no início de 2015, prevendo a crise econômica e fazendo com que o município pudesse, hoje, manter todos os compromissos em dia, como o pagamento de todos os fornecedores e salários do funcionalismo. Além disso, destacou as realizações mais importante para alavancar a economia local com a criação da Sala do Empreendedor, as leis de incentivo às pequenas e microcervejarias e as empresas locais.

Cabral ressaltou, também, a implantação do programa Cidade Inteligente; a atualização do sistema da prefeitura, que culminou com a criação do Portal da Transparência, rendendo nota máxima em avaliação do Ministério Público Federal e o lançamento do Polo Gastronômico do Cônego e Cascatinha e a média de ocupação dos hotéis locais, que atinge 70%, demonstrando o aquecimento do setor turístico após 2011. Além do esforço para manter a UPA em funcionamento, arcando com as despesas do Governo Estadual, que não faz os repasses desde março de 2015, e do Hospital Municipal Raul Sertã e Maternidade, que Nova Friburgo banca as despesas sozinha, enquanto todos os municípios da região utilizam a unidade.

Texto: Anderson Frez
Fotos: Daniel Marcus

Deixe uma resposta