Polícia Civil ganha reforço de mais 163 papiloscopistas

O governador Wilson Witzelparticipou, nesta sexta-feira (28/6), da formatura dos novos policiais

O governador Wilson Witzel participou, nesta sexta-feira (28/6), da formatura de novos 163 papiloscopistas da Secretaria de Polícia Civil. Os aprovados no concurso foram convocados em abril deste ano para realizar o curso de formação na Academia Estadual de Polícia Sylvio Terra (Acadepol). Os novos policiais – responsáveis pela identificação humana, civil e criminal de vivos e mortos – vão quase dobrar o quadro atual de 294 peritos papiloscópicos.   

– Estamos realizando a recomposição necessária do quadro da Polícia Civil. Vamos investir no empoderamento da Polícia Científica, importante para ajudar na elucidação de crimes como homicídios, latrocínios e roubos – ressaltou o governador.

Os novos policiais passaram por um curso de 840 horas/aula, dividido em dois módulos. O primeiro é o operacional, com aulas de defesa pessoal, educação física, táticas operacionais e tiro tático. Já o módulo profissionalizante inclui as matérias necessárias para exercer a atividade de papiloscopista: identificação em vivos, necropapiloscopia, papiloscopia em locais de crimes e objetos, identificação facial, entre outras.


– Hoje é um dia muito especial, porque estamos falando do nascimento de novos homens e mulheres na Polícia Civil, um reforço importante para a secretaria – afirmou o secretário de Polícia Civil, Marcus Vinícius Braga.

Novos concursos

No início deste mês, o governador autorizou a realização de novos concursos para a Secretaria de Polícia Civil. As oportunidades são de mil vagas para sete cargos: inspetor (500 vagas); delegado (100); perito legista (100); investigador (100); perito criminal (60); técnico de necropsia (80); e auxiliar de necropsia (60).