Projeto “Papo de Responsa” volta a Cordeiro

Projeto “Papo de Responsa” volta a Cordeiro

O projeto “Papo de Responsa”, uma parceria da Prefeitura de Cordeiro, através das secretarias de Infância e Juventude e de Educação com a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro volta para mais um trabalho em Cordeiro. Na quinta, 16 de junho, foi realizado um encontro com os diretores, orientadores pedagógicos e professores das escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino, no Palácio de Cristal, no Parque de Exposição de Raul Veiga.

A mesa de abertura do evento reuniu o prefeito Leandro Monteiro, o secretário de Infância e Juventude, David Lindgren, a secretária de Educação, Madalena Tavares, a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Fátima Rohen, o presidente da OAB de Cordeiro, Wilson Vieitas, o comissário da Infância, Juventude e do Idoso, Frederico Schneider, o presidente do CMDCA, Carlos Pinto, e os representantes do Conselho Tutelar de Cordeiro, Vinícius Melo e Verinha Bebel.

Houve palestra com representantes da Secretaria de Segurança Pública do Estado, enfocando a preparação dos professores para receber a equipe no ambiente escolar. Os monitores do “Papo de Responsa” atuam junto às escolas de segundo segmento e ensino médio, promovendo diálogos descontraídos e de fácil entendimento sobre temas como prevenção às drogas, violência, o papel do policial na sociedade, cultura de paz, crimes na internet, bullying e direitos humanos.

O próximo passo do projeto é a visita a todas as escolas do município para a conscientização dos jovens e adolescentes. As escolas interessadas devem entrar em contato com a Secretaria de Infância e Juventude. A culminância do “Papo de Responsa” levará alguns estudantes para uma visita à Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro.

O ‘Papo de Responsa’ foi idealizado pela Polícia Civil, possui uma sede na Cidade da Polícia, está vinculado a Delegacia de Combate às Drogas – DCOD e tem como público alvo adolescentes e jovens. O espaço de atuação é nas escolas de segundo segmento e ensino médio, públicas e privadas, na promoção do papo, com um diálogo descontraído sobre prevenção às drogas, violência e o papel do policial na sociedade.

Deixe uma resposta