INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O PARLAMENTO JUVENIL 2015

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post comments:0 Comentários

As inscrições para o Parlamento Juvenil 2015 serão online, os parlamentares eleitos vão conhecer o Pão de Açúcar e o Maracanã, terão um encontro com o governador Luiz Pezão no Palácio Guanabara e participarão de vários cursos promovidos pela Escola do Legislativo, entre eles um de oratória, improviso e interpretação.

Essas são algumas das novidades da 9ª edição do projeto da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), em que alunos de escolas públicas da rede estadual, eleitos por seus colegas, vivem a experiência de serem deputados por uma semana. O projeto tem como parceiros as secretarias estaduais de Educação e de Esporte, Lazer e Juventude e tem o objetivo de aproximar o jovem da política.

O calendário do evento foi apresentado pelo deputado Wanderson Nogueira (PSB), coordenador do PJ deste ano, às 14 Diretorias Reginais de Educação do Estado, no Auditório Nelson Carneiro, na Alerj. Os diretores levaram o material de divulgação a ser distribuído nas 1.200 escolas da rede e foram apresentados ao site através do qual serão feitas as inscrições (www.parlamento-juvenil.rj.gov.br). Presentes, também, vários parlamentares juvenis de edições anteriores.

As inscrições começam já na próxima segunda-feira, dia 10, e vão até o dia 30 de agosto. As eleições acontecem em 3 de setembro (1º turno) e 15 de setembro (2º turno). Após uma fase de capacitação que vai de 16 a 26 de outubro, os eleitos desembarcam na Alerj para viver uma semana a rotina parlamentar (22 a 28 de novembro).

Wanderson Nogueira mandou um recado aos futuros candidatos: “Não se apaixonem por vocês mesmos, se apaixonem por causas. Política tem muito mais a ver com participação do que com autorrepresentação. O que a gente quer é que os parlamentares juvenis sejam futuros deputados e oxigenem esta Casa com suas ideias e ideais”.

Cursos
Além do curso de oratória, interpretação e improviso, os parlamentares juvenis farão aulas de liderança e formação política em parceria com o Fórum de Desenvolvimento da Alerj; e de Planejamento Estratégico, em parceria com a Secretaria Estadual de Planejamento.

Presidente da 8ª edição, Guilherme Manhães, 16 anos, explicou que é importante mostrar que o PJ não se resume a uma semana na Alerj e que, como ex-parlamentar, vai ajudar os representantes da 9ª edição. “Política não se faz só com partidos, mas também em cada momento, com a sua comunidade e com as pessoas. Eu vou passar o que eu aprendi aos jovens da minha cidade”, conta ele, morador de Casimiro de Abreu.

O também ex-parlamentar Yan Braga, 17 anos, da 8a Edição, é hoje também parlamentar juvenil do Mercosul, que debate o ensino médio dos países que compõem o bloco. “O PJ nos traz responsabilidade, tanto com a escola quanto no Parlamento. Aprendi que a formação política e ética é o que os jovens precisam hoje, para se tornarem cidadãos mais conscientes sobre seus deveres e seus direitos”, contou o morador de Cachoeira de Macacu.

Exemplo
Mateus Shake, 17 anos, que participou das últimas duas edições do PJ, quer implantar o projeto na Câmara dos Vereadores do seu município, São João de Meriti. “Já entrei em contato com a Prefeitura, mas não me deram resposta. Os jovens de São João de Meriti querem participar das decisões e ajudar na elaboração de políticas públicas que levem a nós mais cidadania, cultura e lazer”, defendeu.

Representante da Secretaria de Estado de Educação, Leonardo Lugão disse que o projeto se encaixa perfeitamente nos objetivos da pasta relacionados ao protagonismo dos jovens nos processos sociais.

Mais informações da nona Edição do PJ você encontra em www.parlamento-juvenil.rj.gov.br

Deixe uma resposta