Rio 2016: Dornelles participa, em Brasília, da cerimônia de chegada da chama olímpica ao país
Brasília - DF, 03/05/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de Acendimento da Tocha Olímpica Rio 2016 no Palácio do Planalto. Foto: Ichiro Guerra/PR

Rio 2016: Dornelles participa, em Brasília, da cerimônia de chegada da chama olímpica ao país

O governador em exercício Francisco Dornelles participou, nesta terça-feira (3/05), da cerimônia que marcou o início do revezamento da tocha olímpica pelo país. Realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, a solenidade reuniu dezenas de atletas que participarão dos Jogos. Vinda da Europa, após percorrer a Grécia e cidades da Suíça, a tocha olímpica desembarcou na capital federal por volta das 6h30. A presidente Dilma Rousseff assegurou, em seu discurso, que o Brasil está pronto para receber as competições e que os Jogos vão deixar importantes legados para a cidade do Rio de Janeiro, como a Linha 4 do Metrô.

– O Brasil está pronto para realizar a mais bem sucedida edição dos Jogos Olímpicos. Está pronto porque trabalhamos para isso. Praticamente todas as instalações esportivas e centros Olímpicos estão prontos. O plano de ação integrado para a área de segurança também está pronto. A cidade do Rio de janeiro receberá um legado importante quando os jogos terminarem, que vai facilitar o deslocamento dos cariocas e dos turistas que visitam a Cidade Maravilhosa – reiterou a presidente, referindo-se a Linha 4 do Metrô, que vai transportar novos 300 mil passageiros por dia.
A capitã da Seleção Brasileira Feminina de Vôlei, Fabiana Claudino, foi a primeira condutora do revezamento da chama. A atleta recebeu o símbolo olímpico das mãos da presidente Dilma. A tocha vai percorrer 327 cidades brasileiras, visitando todas as capitais do país. Ao todo, 141 pessoas vão conduzi-la. O revezamento só termina em 5 de agosto, no início do Jogos, com o acendimento da pira olímpica, no Maracanã.

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, ressaltou que o Rio de Janeiro organiza os Jogos no momento certo.

– Essa é a hora de o Brasil de mostrar que aqui se trabalha com coragem e supera-se obstáculos com determinação. Nenhuma cidade do mundo está tendo ou teve a transformação que o Rio teve. O Rio está pronto para entrar para a história – afirmou Nuzman.

O nadador Thiago Pereira, que também participou da cerimônia, disse que está ansioso para representar o Brasil em uma competição na cidade onde nasceu:

– Todos nós atletas estamos nos preparando como nunca e podem ter certeza que vamos lutar muito. Vamos mostrar nosso orgulho de levantar a nossa bandeira e de vestir nosso uniforme verde e amarelo.

Também participaram da solenidade o ministro interino do Esporte, Ricardo Leyser, além de outros governadores da federação.

Fotos: Divulgação Planalto

Deixe uma resposta