Sucesso no ‘Dia D’ da Vacinação contra a Influenza em Macuco

Sucesso no ‘Dia D’ da Vacinação contra a Influenza em Macuco

A Secretaria de Saúde de Macuco, seguindo determinações do Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, realizou no último sábado, dia 30 de abril, o ‘Dia D’ da Campanha de Vacinação contra a gripe Influenza, doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e até ao óbito indivíduos com fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.
Inicialmente, foram vacinadas crianças de 6 meses a menores de 5 anos; gestantes; mulheres com até 45 dias após o parto; idosos a partir de 60 anos; profissionais de saúde; e pacientes portadores de doenças crônicas. Funcionaram como locais de vacinação o Centro Médico de Macuco e os Postos de Saúde da Família dos bairros Barreira, Volta do Umbigo e Reta. Além de aplicarem a dose da vacina, os profissionais de saúde forneceram informações detalhadas aos munícipes, incluindo o fato de que a vacina continuará sendo oferecida aos macuquenses, dessa feita atendendo aos demais grupos prioritários.
De acordo com Marlise Cerbino Juliano, coordenadora de Imunização da Secretaria de Saúde de Macuco, o ‘Dia D’ da Campanha de Vacinação contra a gripe H1N1 foi um sucesso. Foram vacinadas 1.035 pessoas, comprovando que as autoridades locais continuam cumprindo as metas preconizadas pelo Governo Federal e deixando a população mais tranquila. “Vale lembrar que a campanha continua até o dia 20 de maio. Estamos contentes porque a grande mídia nacional vem mostrando que em muitas cidades faltaram vacinas, mas graças a Deus em Macuco todos que compareceram receberam a dose”, conta Marlise.
Devem ser vacinadas ainda pessoas com clínicas especiais, como doença respiratória crônica, doenças cardíacas, renais, hepáticas ou neurológicas crônicas, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias.
O prefeito Félix Lengruber lembra que a vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe: a influenza A – H1N1 e H3N2 e a influenza B. “Devemos ressaltar que a escolha dos grupos prioritários é uma recomendação da Organização Mundial da Saúde”, lembrou o prefeito.
ASSESSORIA DE IMPRENSA – PREFEITURA DE MACUCO

Deixe uma resposta